“Mexer com o lúdico das crianças já é demais”

“Mexer com o lúdico das crianças já é demais”

4 minutos Já mostramos nesta matéria que a publicidade usa e abusa de táticas cada vez mais desenvolvidas para captar dinheiro, custe o que custar. No caso das bebidas, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) observa que uma proibição abrangente do marketing do álcool é provavelmente a única maneira de eliminar o risco de exposição para aqueles que mais precisam de proteção, como os jovens e outros grupos vulneráveis. Pesquisas recentes sobre o consumo de bebidas alcoólicas no Brasil têm demonstrado que o aumento Continue lendo

Quais os riscos de se tornar dependente químico?

Quais os riscos de se tornar dependente químico?

3 minutos A dependência química pode ser considerada um conjunto de fenômenos comportamentais, cognitivos e fisiológicos que são desenvolvidos após o uso repetitivo de substâncias químicas. As causas da dependência podem estar ligadas a inúmeros fatores como a quantidade de uso e a sua frequência, as condições de saúde do indivíduo, além de fatores genéticos, psicossociais e ambientais. Importante que a pessoa que esteja apresentando sintomas como o desejo incontrolável de utilizar determinada substância, com o aumento da tolerância a ela e com fortes Continue lendo

Catuaba: mitos e verdades

Catuaba: mitos e verdades

5 minutos A catuaba, também conhecida como Alecrim-do-campo, Catuaba-verdadeira, Catuabinha, Catuíba, Catuaba-pau, Caramuru ou Tatuaba, é um arbusto natural do Brasil, de áreas de Cerrado e Mata Atlântica, e pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e alguns mercados e supermercados, na forma de pó, cápsulas, na sua forma natural ou como bebida alcoólica. Nesta última forma, a catuaba, cujo nome científico é Anemopaegma mirandum, está há mais de 20 anos no mercado e, de um tempo para cá, se Continue lendo

Beber, cair e… talvez nunca mais levantar

Beber, cair e… talvez nunca mais levantar

2 minutos Segundo o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, entre 2014 e 2016, 1.274 pessoas morreram no Ceará em decorrência de “Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso do álcool”. O aumento é substancial: em 2014, foram 504 óbitos; em 2015, 468, e, em 2016, 302. Isso representa 6,7% do total de óbitos em todo o país. No mesmo período, 19.016 pessoas perderam a vida no Brasil: 6.095 em 2016, 6.421 em 2015 e 6.500 em 2014. Os óbitos Continue lendo

Urubus atrás de carniça

Urubus atrás de carniça

2 minutos É enfurecedor a maneira de vinculação da grande parte da mídia e na internet quando da recaída de um dependente químico e que é do circuito do Show Business (artistas em geral)… são urubus atrás de carniça! A sociedade e a mídia vulgarizaram as drogas como sendo algo normal, mas o seu consumo e os efeitos dela não o são. As Políticas Públicas sobre Drogas, quer seja no âmbito Federal, Estadual ou Municipal são pífias e ridículas, além de serem lentas e Continue lendo

‘Não há exemplo de que liberação é positiva’

‘Não há exemplo de que liberação é positiva’

8 minutos Publicamos aqui a resposta que o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário Osmar Terra deu ao texto do médico psiquiatra  Luís Fernando Tófoli e do neurocientista Sidarta Ribeiro afirmando que a política sobre drogas estaria sendo ‘contaminada’ pela perspectiva do ministro, que também é médico. Tófoli e Sidarta, então, publicaram uma tréplica explicando que a intenção deles “ao escrever o artigo Política de Drogas ou uma Droga de Política? –que originou a resposta do ministro– foi a de chamar a atenção para Continue lendo

“Todos os países que agem com rigor contra as drogas são os que têm os melhores resultados”

“Todos os países que agem com rigor contra as drogas são os que têm os melhores resultados”

5 minutos O médico psiquiatra  Luís Fernando Tófoli e o neurocientista Sidarta Ribeiro escreveram  um texto intitulado Política de drogas ou uma droga de política?, onde acusam que a política sobre drogas estaria sendo ‘contaminada’ pela perspectiva do ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra (PMDB-RS). Eles escreveram que: O tema da política de drogas, no Brasil, suscita uma miríade de visões que se complementam e opõem, desde as mais libertárias até as mais repressivas, passando por um amplo espectro de posições entre Continue lendo

O poder de definir o futuro

O poder de definir o futuro

5 minutos Encontra-se na pauta do Plenário do Supremo Tribunal Federal o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade 4.874, proposta pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A ação versa sobre a validade da Resolução da Diretoria Colegiada 14/2012, da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), que havia proibido o uso de aditivos flavorizantes e aromatizantes em diferentes produtos fumígenos. Desde o ano de 2013, sua eficácia foi suspensa por medida cautelar deferida pela relatora do caso na corte, ministra Rosa Weber. Basicamente, há dois pontos Continue lendo

Chegar antes: a ideia certa

Chegar antes: a ideia certa

3 minutos Um assunto que ainda tem muito pano pra manga como diz o ditado, são os relacionados a uso de drogas. Muitos não entendem e nem sabem como iniciaram nas drogas, mas a verdade é que muitos iniciarão por conta própria, por curiosidade. Mas será que eles nunca ouviram falar antes sobre o assunto ou a curiosidade falou mais alto? Algumas dúvidas surgem sobre o assunto prevenção: será que se houvesse mais prevenção, se falassem mais a respeito, diminuiria o numero de usuários Continue lendo

Vamos falar sobre saúde e álcool

Vamos falar sobre saúde e álcool

1 minuto Realizado pela ONG Responsibility.org, dedicada em reduzir o hábito de dirigir embriagado e do consumo de álcool por menores, o Relatório Roper sobre a Juventude, que trata sobre as influências que levam os jovens a consumir álcool, quase dois terços das crianças e adolescentes com idade entre 10 e 18 anos citaram seus pais como a principal influência sobre sua decisão de beber ou não. Em seguida vieram os amigos/colegas (46%), parentes (32%) e o papel da publicidade e da mídia teve uma influência Continue lendo