Piti Hauer

CT’s: restaurando a esperança, dignidade e bem-estar pessoal

CT’s: restaurando a esperança, dignidade e bem-estar pessoal

6 minutos O WFTC (Federação Mundial das Comunidades Terapêuticas) é uma associação internacional que tem por objetivo reunir e apoiar o amplo movimento global das CTs em todo o mundo. O WFTC fornece cooperação, compreensão e orientação. A Declaração de Mallorca foi aprovada em 03 de dezembro de 2016, na cidade de Palma de Mallorca, no âmbito da celebração do V Instituto da Federação Mundial de Comunidades Terapêuticas (WFTC), organizado pelo projeto Início Baleares e Associação Projeto Homem. Participaram mais de 150 especialistas em Continue lendo

As cinco dimensões da recuperação

As cinco dimensões da recuperação

5 minutos “A recuperação de transtornos por uso de substâncias psicoativas é um processo de mudança através do qual os indivíduos melhoram a sua saúde, bem-estar, autoestima e gerenciam sua vida para alcançar o seu potencial completo”. Para conseguir uma recuperação diária e duradoura os adictos que se recuperam de transtornos causados pelo uso de substância psicoativas precisam ter apoio em quatro áreas de suas vidas: SAÚDE: superar ou administrar a doença ou os sintomas e fazer escolhas saudáveis e assertivas para o apoio Continue lendo

Maconha – o barato tributário

Maconha – o barato tributário

4 minutos O que sabemos é muito pouco, e o que não sabemos é imenso. Pierre Simon Laplace, matemático, astrônomo e físico francês A polêmica que gira sobre a maconha se deve continuar a ser uma droga proibida ou legalizada, ou ainda, descriminalizada ou regularizada, é inconteste e, a maioria dos debates, versam no âmbito da Saúde ou de um sistema político punitivo-repressivo na esfera legal, mas o que menos se discute é o motivo maior, a questão, o tópico central do porque de toda Continue lendo

Drogas: a 3ª Via

Drogas: a 3ª Via

4 minutos A falência da aplicação somente do viés da Saúde ou do sistema punitivo-repressivo em relação ao fenômeno das drogas é alarmantemente perceptível à todos os envolvidos com o álcool e outras drogas e com a Dependência Química, somente nésciopatas obtusos é que defendem tanto uma como outra afirmando que são os únicos caminhos que detém uma solução, que pela própria irredutibilidade ideológica, torna-se inalcançável e inviável em relação à prevenção, cuidado, tratamento, recuperação e reinserção social. A incapacidade do Estado de aplicar Continue lendo

Politica pública sobre drogas no Brasil precisa e deve ser reformulada

Politica pública sobre drogas no Brasil precisa e deve ser reformulada

4 minutos Somos nós quem criamos nossos próprios demônios e fazemos deste mundo nosso próprio inferno. Oscar Wilde.   Precisamos reformular, rediscutir, realinhar nossa Política Pública sobre Drogas?  Em artigos anteriores já alertava a falta de uma maior discussão/debate sobre o fenômeno das drogas e sua aplicabilidade na prevenção, tratamento, redução de danos e redução da oferta e da demanda. Não é somente em relação ao crack, mas, também, no tocante ao álcool e outras drogas. Não há nenhuma diretriz na Saúde Pública vinculada Continue lendo

DROGAS: 6 mitos sobre o “FUNDO DO POÇO”

DROGAS: 6 mitos sobre o “FUNDO DO POÇO”

7 minutos Quem já não ouviu falar do bordão “fundo do poço”? Comumente significa que se chegou ao nível mais baixo possível, é o nada de coisa nenhuma. Para a dependência química o termo está associado a uma maneira de exibir um contexto de que o adicto e/ou dependente de álcool e outras drogas atingiu o seu ponto mais baixo, que não tem mais escolha, a não ser desistir de usar drogas e procurar tratamento. O significado de “fundo de poço” assume proporções diferenciadas Continue lendo

Batons hostilizados: violência e marginalização da mulher

Batons hostilizados: violência e marginalização da mulher

3 minutos O debate sobre a menina de 16 anos que junto com mais de 30 homens e que vazou na rede, se foi ou não estupro e sua participação com o tráfico de drogas tomou conta das discussões nas redes sociais, nos lares, escritórios, fábricas, bares e ruas e sempre polemizado sobre um viés ideológico ou de revolta. Mas há algo muito mais profundo e preocupante, e que pouco ou nada foi mencionado: a inclusão das mulheres jovens e adolescentes no mundo das Continue lendo

A ignorância não é uma benção

A ignorância não é uma benção

5 minutos É difícil convencermos os adolescentes dos efeitos nocivos e potencialmente mortais do abuso de drogas. Afinal de contas, eles têm um senso exagerado de invulnerabilidade: “Nada de ruim vai me acontecer, eu controlo as drogas, paro quando quiser, é só uso recreacional”, são algumas das frases que mais escutamos. E, independentemente do que alguém diga, pensam que sabem tudo e querem fazer tudo o quanto mais cedo possível. Mas o que acontece quando não são mais adolescentes? O que acontece quando percebem Continue lendo

O pseudo ecstasy

O pseudo ecstasy

2 minutos As “designers drugs” – ou drogas sintéticas – avançam avassaladoramente em nossa sociedade, são as drogas mais apreciadas e consumidas entre o público frequentador das baladas e raves já há algum tempo e multiplica-se nas camadas sociais das classes A e B, sendo que os adolescentes e jovens com maior poder aquisitivo são os maiores consumidores destas novas substâncias psicoativas e, em sua maioria, não consideradas ilegais. Dentre as drogas sintéticas mais conhecidas está o ecstasy, cujo princípio ativo é o MDMA, mas… Continue lendo

As seis mentiras da adicção

As seis mentiras da adicção

3 minutos Quando se tem um transtorno causado por drogas, a vida do adicto torna-se um jogo de sobrevivência. Cada dia é dedicado a esconder os sinais externos da dependência química dos amigos, da família e dos colegas de trabalho. Alimentar um vício significa desenvolver um arsenal de mecanismos de defesa psicológicos. Pessoas que lutam contra o vício tem que aprender a proteger-se da realidade de seus comportamentos. Se você rotular esses mecanismos de defesa de desculpas ou mentiras, tudo se resume na racionalização Continue lendo