Rachel Heringer Salles

Coisas que se aprende com dependentes químicos em busca de recuperação

Coisas que se aprende com dependentes químicos em busca de recuperação

7 minutos Ouvi dizer – e concordo – que hoje os dependentes químicos são como os leprosos no tempo histórico de Jesus. A escória da sociedade, a vergonha, a impureza profunda, o castigo de Deus. Ao prestar serviços administrativos em uma casa de recuperação para dependentes químicos aprendi sobre o assunto e, para minha surpresa, também aprendi muito sobre mim mesma. Não que eu seja ou tenha sido dependente de qualquer forma, mas a dependência química e seus dilemas têm muito mais a ver Continue lendo

Beleza dramática

Beleza dramática

7 minutos A vida é como uma luta acirrada entre o bem e o mal. Pessimismo e otimismo. Vício e virtude… doença e recuperação. Em um lugar dramático desses de fronteira, onde alternam-se derrota e vitória, existem as Comunidades Terapêuticas levantando bandeiras e comprando brigas que ninguém mais quer comprar. Parece uma luta inglória já que sabe-se ser impossível exterminar de vez as drogas da sociedade. Mas a batalha travada não tem essa pretensão. A peleja é diária e enérgica, palmo a palmo, por Continue lendo

Alegria e competência para delegar

Alegria e competência para delegar

6 minutos Más notícias chegando… tudo bem, vá em frente, mas devo alertá-lo de que estou bem. Sem querer ofender, não perca seu tempo! Entenda o por quê: porque eu sou feliz. Esses são versos de que gosto bastante, lembram um tipo de alegria que está acima de qualquer circunstância. Em compasso de ritmo pop você pode experimentar aqui enquanto continua esse nosso dedo de prosa. Você é feliz? Existe uma alegria apaixonante nos que se dedicam ao tratamento de dependentes químicos em comunidades Continue lendo

Pessoas e comunidades terapêuticas

Pessoas e comunidades terapêuticas

4 minutos Há poucos dias fui assaltada enquanto caminhava da escolinha do meu filho de volta para casa. Um jovem adulto, moreno, alto e meio gordinho, de faca e saco plástico na mão, “só” queria o celular. O que ele pretendia com aquele saco plástico não gosto nem de pensar, pareceu terrível! Num reflexo rápido e abençoado, joguei o celular bem longe, obrigando o assaltante a afastar-se de mim para pegar a droga do celular caído no chão, melhor dizendo para pegar a droga. Continue lendo

Doze passos – Décimo segundo passo

Doze passos – Décimo segundo passo

menos de 1 minuto Os Doze Passos foram originalmente formulados por Bill W., co­fundador de Alcoólicos Anônimos, em 1938. Emanaram dos princípios então adotados pelos grupos Oxford (uma irmandade religiosa que apadrinhou o A.A. inicial em Akron, Ohio, Estados Unidos), temperados pelas experiências práticas que eram de um denominador comum da recuperação do alcoolismo entre os membros de A.A. naquela época. Esses passos foram publicados primeiramente em Alcoólicos Anônimos (1939) e receberam tratamento mais detalhado em Os Doze Passos e as Doze Tradições (1953), Continue lendo

Doze passos – Décimo primeiro passo

Doze passos – Décimo primeiro passo

menos de 1 minuto   Os Doze Passos foram originalmente formulados por Bill W., co­fundador de Alcoólicos Anônimos, em 1938. Emanaram dos princípios então adotados pelos grupos Oxford (uma irmandade religiosa que apadrinhou o A.A. inicial em Akron, Ohio, Estados Unidos), temperados pelas experiências práticas que eram de um denominador comum da recuperação do alcoolismo entre os membros de A.A. naquela época. Esses passos foram publicados primeiramente em Alcoólicos Anônimos (1939) e receberam tratamento mais detalhado em Os Doze Passos e as Doze Tradições Continue lendo

Doze passos – Décimo passo

Doze passos – Décimo passo

menos de 1 minuto   Os Doze Passos foram originalmente formulados por Bill W., co­fundador de Alcoólicos Anônimos, em 1938. Emanaram dos princípios então adotados pelos grupos Oxford (uma irmandade religiosa que apadrinhou o A.A. inicial em Akron, Ohio, Estados Unidos), temperados pelas experiências práticas que eram de um denominador comum da recuperação do alcoolismo entre os membros de A.A. naquela época. Esses passos foram publicados primeiramente em Alcoólicos Anônimos (1939) e receberam tratamento mais detalhado em Os Doze Passos e as Doze Tradições Continue lendo

Doze passos – Nono passo

Doze passos – Nono passo

menos de 1 minuto Os Doze Passos foram originalmente formulados por Bill W., co­fundador de Alcoólicos Anônimos, em 1938. Emanaram dos princípios então adotados pelos grupos Oxford (uma irmandade religiosa que apadrinhou o A.A. inicial em Akron, Ohio, Estados Unidos), temperados pelas experiências práticas que eram de um denominador comum da recuperação do alcoolismo entre os membros de A.A. naquela época. Esses passos foram publicados primeiramente em Alcoólicos Anônimos (1939) e receberam tratamento mais detalhado em Os Doze Passos e as Doze Tradições (1953), Continue lendo

Doze passos – Oitavo passo

Doze passos – Oitavo passo

menos de 1 minuto   Os Doze Passos foram originalmente formulados por Bill W., co­fundador de Alcoólicos Anônimos, em 1938. Emanaram dos princípios então adotados pelos grupos Oxford (uma irmandade religiosa que apadrinhou o A.A. inicial em Akron, Ohio, Estados Unidos), temperados pelas experiências práticas que eram de um denominador comum da recuperação do alcoolismo entre os membros de A.A. naquela época. Esses passos foram publicados primeiramente em Alcoólicos Anônimos (1939) e receberam tratamento mais detalhado em Os Doze Passos e as Doze Tradições Continue lendo

Doze Passos – Sétimo passo

Doze Passos – Sétimo passo

menos de 1 minuto   Os Doze Passos foram originalmente formulados por Bill W., co­fundador de Alcoólicos Anônimos, em 1938. Emanaram dos princípios então adotados pelos grupos Oxford (uma irmandade religiosa que apadrinhou o A.A. inicial em Akron, Ohio, Estados Unidos), temperados pelas experiências práticas que eram de um denominador comum da recuperação do alcoolismo entre os membros de A.A. naquela época. Esses passos foram publicados primeiramente em Alcoólicos Anônimos (1939) e receberam tratamento mais detalhado em Os Doze Passos e as Doze Tradições Continue lendo