Comunidades Terapêuticas

Mercantilização do tratamento, um inimigo cruel

Mercantilização do tratamento, um inimigo cruel

4 minutos Normalmente, quem está com um problema de saúde procura um tratamento. Mas quando a pessoa não tem condições de tomar essa decisão, é correto que alguém decida por ela? De acordo com os especialistas, a internação involuntária é necessária em alguns casos e tem ajudado na recuperação dos dependentes químicos. Segundo alguns ex-usuários, o caminho para não usar mais drogas está, muitas vezes, em ajudar os outros usuários a também superarem o vício. A internação involuntária da dependência química e alcoolismo costuma Continue lendo

Horto de Deus: a fé na recuperação

Horto de Deus: a fé na recuperação

6 minutos Entre os muitos modelos de comunidade terapêutica em funcionamento hoje no Brasil, podemos encontrar inúmeros exemplos que, apesar das dificuldades e desafios, se mantém firmes no propósito de tratar e recuperar dependentes químicos. Um desses exemplos é a Associação Promocional Vida Nova-Horto de Deus, em Monte Alto (SP), entidade independente e ecumênica que desenvolve seus trabalhos na cidade e região há quase vinte anos. A ideia inicial era criar centro local para tratamento e recuperação dos males causados pelas drogas e álcool. Continue lendo

Beleza dramática

Beleza dramática

7 minutos A vida é como uma luta acirrada entre o bem e o mal. Pessimismo e otimismo. Vício e virtude… doença e recuperação. Em um lugar dramático desses de fronteira, onde alternam-se derrota e vitória, existem as Comunidades Terapêuticas levantando bandeiras e comprando brigas que ninguém mais quer comprar. Parece uma luta inglória já que sabe-se ser impossível exterminar de vez as drogas da sociedade. Mas a batalha travada não tem essa pretensão. A peleja é diária e enérgica, palmo a palmo, por Continue lendo

Alegria e competência para delegar

Alegria e competência para delegar

6 minutos Más notícias chegando… tudo bem, vá em frente, mas devo alertá-lo de que estou bem. Sem querer ofender, não perca seu tempo! Entenda o por quê: porque eu sou feliz. Esses são versos de que gosto bastante, lembram um tipo de alegria que está acima de qualquer circunstância. Em compasso de ritmo pop você pode experimentar aqui enquanto continua esse nosso dedo de prosa. Você é feliz? Existe uma alegria apaixonante nos que se dedicam ao tratamento de dependentes químicos em comunidades Continue lendo

Pessoas e comunidades terapêuticas

Pessoas e comunidades terapêuticas

4 minutos Há poucos dias fui assaltada enquanto caminhava da escolinha do meu filho de volta para casa. Um jovem adulto, moreno, alto e meio gordinho, de faca e saco plástico na mão, “só” queria o celular. O que ele pretendia com aquele saco plástico não gosto nem de pensar, pareceu terrível! Num reflexo rápido e abençoado, joguei o celular bem longe, obrigando o assaltante a afastar-se de mim para pegar a droga do celular caído no chão, melhor dizendo para pegar a droga. Continue lendo