Na Austrália, Snapchat vira vício literalmente

Tempo de leitura: 1 minuto

Snapchat é um aplicativo para se comunicar com amigos e com pessoas em todo o mundo através do envio de fotos, mensagens e vídeos. O programa se diferencia dos demais pela efemeridade de todos os itens enviados, já que eles podem ser visualizados apenas durante poucos segundos.

Essa mecânica temporária torna a comunicação muito mais dinâmica e criativa, já que não é possível voltar em um histórico para conferir o conteúdo anteriormente publicado. Além disso, essa característica também encoraja o compartilhamento de mensagens mais “picantes”, pois o aplicativo garante que tudo será rapidamente eliminado depois de visualizado.

Claro que, com tal premissa, o Snapchat virou um vício entre os jovens. Porém, na Austrália, essa história de “vício” tomou um rumo ilegal: drogas em forma de comprimidos são vendidas com o nome e até o mesmo logotipo do aplicativo.

A droga é vendida na forma de um comprimido rosa ou azul que tem a logo do fantasminha símbolo do Snapchat – mas a desenvolvedora nada tem a ver com isso, claro. A fabricação é totalmente caseira e, por isso, a qualidade do produto deve ser no mínimo duvidosa.

De acordo com os policiais que já buscam informações para combater a proliferação dos comprimidos, o Snapchat contém os mesmos ingredientes dos chamados “sais de banho”, que são drogas sintéticas perigosas da classe das anfetaminas e possuem semelhanças com o ecstasy.

Até o momento, quatro pessoas foram parar no hospital após ingerir a droga. Eles apresentavam sintomas como desorientação, histeria e agressividade e um dos pacientes foi parar até no tratamento intensivo – os efeitos colaterais podem incluir ataque cardíaco e hipertermia maligna, que altera completamente o metabolismo.

 

Fonte: ABC News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *